Seguidores desse Blogger

sábado, 11 de maio de 2013

CABOCLO DO SERTÃO - poema



CABOCLO DO SERTÃO

Sou um “caboclo” do sertão
Falo arrastado o português
Escrevo versos do coração
Na esperança que não se desfez
Por isso sou “cabra” do sertão
Com minhas manias de montão
E isso eu falo com altivez

Artur Cortez

Nenhum comentário: