Seguidores desse Blogger

segunda-feira, 22 de julho de 2013

ATE QUANDO? - poema

ATE QUANDO?

Foi difícil, mas parti de coração partido.
Parecia que minha alma tinha morrido
Quem sabe ficou com você e não veio
Tá fácil de fora querer e não ter você
A dor que teima em remoer sem parar
Agora só lembranças ate te esquecer
Sem saber como e nem quando vai ser


Artur Cortez

Um comentário:

Anônimo disse...

Amo seus poemas e os sentimento reais que eles passam, parece que te conheço e vejo teu sofrimento em cada verso poeta, parabéns!

Ruth de MG