Seguidores

terça-feira, 18 de junho de 2013

RODA VIDINHA - poema



RODA VIDINHA

Roda, roda minha vidinha!
Roda, roda sempre arrodear.
Roda, roda não para nunca.
Minha vida sempre a rodar

Roda vida feito carrapeta
Feito pião na palma da mão
Roda, roda uma roda bem feita
Cada rodada, uma nova emoção.

Artur Cortez

Nenhum comentário: