Seguidores desse Blogger

quarta-feira, 20 de abril de 2016

A LINHA DO DESTINO - poesia

A LINHA DO DESTINO

O mundo girou e nos encontrou
Nas lembranças do ainda porvin
A Bia doce desejo daquele amor
Ao erro que de te me separou
O medo mola mestra do abandono
Da certeza de um cão sem dono
No senti a solidão e sua imensa dor
Pois ser fã do beijo não te prendeu
E a falta que você me fez, e faz
Carrega a liberdade de minha paz
No ato da palavra derradeira
Que é ser livre depois de ser primeira


Artur Cortez

Nenhum comentário: