Seguidores

segunda-feira, 20 de junho de 2011

AMOR COM SEXO - poema

AMOR COM SEXO

Delicado são teus toques
Meu corpo se derrete todo
Meu sexo arrepia e estorce
Teu prazer me leva ao topo

Meu guia é tua paixão
Meu corpo é teu caminho
Em teus seios minha mão
Concupiscência é carinho

Entro em ênfase na carne
E ébrio estou em teu corpo
Mordidas e palavrões arde
Como feridas sem sopro

Minha função é te possuir
Meu desejo é lhe ter
Teu olhar diz que posso ir
Pra teu corpo eu aquecer

Teu fogo é inapagável
A loucura fica inevitável
Minhas forças se renovam
Nas carnes que se tocam

Artur Cortez

3 comentários:

Anônimo disse...

Nossa o sexo é uma otima criação d natureza

Anônimo disse...

na vdd o amor e uma otima criacao da natureza pq do q atianta o sexo sem amor ?

Anônimo disse...

O amor vem de deus nao da natureza como todos acreditam e o sexo vem também deus para que os casais se relacionar e daí cresça o amor.��