Seguidores desse Blogger

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

CANSAÇO - poema

CANSAÇO

De tanto esperar minha flor
O cansaço venceu a inércia
O amarelo veludo desbotou
No bem me quer sem tercia

Foi-se na asa a imaginação
Perdido na espera calvário
Na mente uma conspiração
No peito um desejo plenário

A vida seguindo seu rumo
Vivendo um passo por vez
Na graça da vida ao exumo
Na vida que dá vida talvez


Artur Cortez 

Nenhum comentário: